A osteoporose é uma doença óssea caracterizada por baixa regeneração dos ossos, a osteoporose ocorre quando o corpo deixa de formar material ósseo novo suficiente, ou quando muito material dos ossos antigos é reabsorvido pelo corpo. É duas vezes mais comum em mulheres do que em homens e mais comum após os 50 anos. A doença progride lentamente e raramente apresenta sintomas antes que aconteçam fraturas espontâneas ou por trauma físico. Se não forem feitos exames diagnósticos preventivos a osteoporose pode passar despercebida, até que tenha gravidade maior.

Não, a osteoporose não tem cura.

Como não há cura reconhecida para a osteoporose, você deve evitar coisas que podem aumentar seus fatores de risco para desenvolver a doença. Essas medidas de prevenção incluem fazer atividades físicas, fazer uma dieta rica em cálcio e vitamina D e evitando atividades que podem prejudicar ainda mais a sua saúde, tais como o tabagismo e o álcool.

A doença progride lentamente e raramente apresenta sintomas. Se não forem feitos exames sanguíneos, densitometria óssea e raio-x, ela é detectada apenas quando surgem as primeiras fraturas, acompanhadas de dores agudas e também quando a pessoa está com a doença começa a reduzir a estatura.

Sintomas de Osteoporose

A osteoporose é uma doença silenciosa, que dificilmente dá qualquer tipo de sintoma e se expressa por fraturas com pouco ou nenhum trauma, mais frequentemente no punho, fêmur, colo de fêmur e coluna. Outros sintomas que podem surgir com o avanço da doença são:

Dor ou sensibilidade óssea

Diminuição de estatura com o passar do tempo

Dor na região lombar devido a fraturas dos ossos da coluna vertebral

Dor no pescoço devido a fraturas dos ossos da coluna vertebral

Postura encurvada.

Há um conjunto de fatores que influenciam e favorecem o desenvolvimento da Osteoporose.

Menopausa, Envelhecimento, Hereditariedade, Dieta pobre em cálcio, Excesso de fumo e álcool e Imobilização prolongada.

Medicamentos e Tratamentos para Osteoporose

A fisioterapia potencializa o tratamento, pois a prática de exercícios fisioterápicos estimula a formação óssea e fortalece os músculos e articulações melhorando o equilíbrio e a coordenação motora. As sessões podem ser realizadas 2 ou 3 vezes por semana e poderá utilizar diversos equipamentos para dinamizar o tratamento e atingir o objetivo esperado.

Ótimas opções são as técnicas de reeducação postural global (RPG) e o Pilates clínico, embora haja outras.

Outra ótima opção é fazer o controle do minerais que ingerimos diariamente de forma natural e para isso que foi desenvolvido o Biomac que é um suplemento a base de algas marinhas.

Clique Aqui na imagem abaixo e veja a reportagem completa.